Neste blog passarão textos com opinião, desabafos ou devaneios. Sobre comunicação ou da falta dela, sobre desporto ou túneis, sobre política ou coisa parecida. Mas todos de autor. E nenhum dos textos compromete a empresa onde vagamente trabalhamos
02
Mai 10

Cada vez que saem os dados de vendas da imprensa lá temos uma vez mais a informação que todos sabemos: vende-se cada vez menos diários. Assim não causou estranheza os dados referentes aos dois primeiros meses do ano.  E mais triste fico quando títulos como o Público ou o I continuam a perder leitores. O destino de qualquer negócio está dependente dos seus resultados ou então da benção do seu investidor. O Público já se sabe ser a contribuição diária de Belmiro de Azevedo para uma melhor sociedade. O I os seus actuais proprietários já deram a saber que a coisa tem que mudar: ou de dono ou de custos. É pena a primeira das soluções pois pode implicar uma descaracterização do projecto. É pena a segunda pois corre riscos de acarretar alguma perda de qualidade. Valha-nos que a missão está entregue a Manuel Queiróz, que tem experiência e sabedoria bastante para saber como melhor gerir estes momentos de pressão.

publicado por Carlos Furtado às 19:51
tags:
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
posts recentes

A queda dos diários

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
links
Isabel Corte Real
Carlos Furtado
Dina Coelho
Filipa Tavares
Mário Barbosa
Teresa Garcia
Email de contacto
wordofmouse@sapo.pt
últ. comentários
Bom grafismo! Força Carlos e boa sorte.
é a comunicacao social k temos
blogs SAPO